Plataforma de mapeamento agrícola favorece produtividade

A Agronow, única empresa a desenvolver uma plataforma de mapeamento agrícola que estima, informa e projeta a produtividade agrícola em menos de um minuto, anuncia aporte do Fundo Inovação Paulista, e a partir de agora faz parte do seleto portfólio de empresas da SP Ventures (www.spventures.com.br). O montante será investido no desenvolvimento de novos produtos, na internacionalização da marca e no reforço das estratégias de marketing.

“Temos visitado com frequência o Vale do Silício para acompanhar as tendências mais inovadoras do setor agro. A tecnologia desenvolvida e comercializada pela Agronow está na vanguarda mundial. Os empreendedores conseguiram a convergência de duas verticais onde o Brasil é líder: aeroespacial e ciências agronômicas”, afirma Francisco Jardim, diretor geral da SP Ventures.

“São empresas inovadoras, como a Agronow, que fazem do estado de São Paulo líder em pesquisa e inovação. Acreditamos que projetos como este são fundamentais para elevar a competitividade do agronegócio paulista e nacional”, diz Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista, instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo idealizadora e investidora do Fundo Inovação Paulista.

Sob a forma de plataforma web, a solução da Agronow utiliza tecnologia baseada em conceitos termodinâmicos para determinar produtividade agrícola, permitindo um total diagnóstico da produtividade. Além de fornecer dados sobre o atual estágio do cultivo, o sistema permite estimar o potencial produtivo da safra com meses de antecedência e com alta taxa de acerto. O processo, além de muito simples, consegue levantar informações de safras passadas, permitindo quadros comparativos e análises históricas, criando um verdadeiro big data do campo.

O novo aporte faz parte da estratégia de crescimento dos sócios e fundadores da Agronow, Antônio Morelli e Walkiria Sassaki. “O Fundo Inovação Paulista e a SP Ventures acreditam no potencial da nossa empresa, porque sabemos que o setor agrícola carece de soluções e inovações em tecnologia que acompanhem o potencial produtor do Brasil. Oferecemos ao agricultor a possibilidade de entrar em uma nova era de informação do campo”, explica Antonio Morelli, CEO da Agronow.

O CEO da empresa é mestre em ciências agrárias pela ESALQ (Escola Superior de Agricultura), onde iniciou os estudos que deram origem à solução e o desenvolvimento da automatização contou com a competência de Emiliano Melchiori, sócio da companhia. A formação de bioengenheiro e programador especializado em sensoriamento remoto, com experiência em projetos desenvolvidos no INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e no INTA (Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária – Argentina), foi fundamental para o sucesso da solução. A plataforma utiliza mapas, gráficos e análises, determinando as áreas de maior e menor produtividade ajudando na orientação de aplicações de insumos e nas melhoras técnicas de manejo e uso do solo.

A capacidade de realizar previsões de safras com alta taxa de acerto, permite que o proprietário possa se programar financeiramente, podendo aumentar seus ganhos comercializando sua safra no melhor período, além de reduzir desperdícios, gerando economia inteligente. A antecipação das informações de produtividade também possibilita que o produtor se organize em caso de possíveis perdas ou produção abaixo da expectativa.

“Nossa solução é a única plataforma de inteligência agrícola que fornece números sobre a previsão da colheita de qualquer fazenda do Brasil, sem necessidade de dados de campo ou informações históricas da propriedade. Além disso, nossa solução pode auxiliar o sistema de crédito agrícola e securidade rural, possibilitando uma análise rápida de qualquer propriedade produtiva”, esclarece Walkiria Sassaki co-fundadora da empresa.

A plataforma realiza o monitoramento por intermédio de um sofisticado algoritmo matemático, imagens de satélites e um poderoso banco de dados com informações sobre produções agrícolas e dados climáticos. Apesar de complexo, todo o processo é realizado de maneira remota, proporcionando excelente precisão e um custo infinitamente mais baixo que as soluções de mapeamento e de gestão agrícola oferecidas no mercado atualmente (chegando a ser até 500 vezes mais barata que algumas soluções convencionais).

A Agronow possui soluções de mapeamento a partir de R$ 19,00, o que a torna viável economicamente inclusive para pequenas propriedades que não têm facilidade no acesso a novas tecnologias. A empresa gera a possibilidade de pequenos e médios produtores terem acesso a imagens de satélite e à alta tecnologia por preços muito abaixo do padrão de mercado. “Trata-se de uma quebra de paradigma sobre quem pode ter um acesso a satélites no agronegócio brasileiro – chegamos para revolucionar o mercado”, diz Antonio Morelli, sócio e fundador da companhia.

O aporte promete alavancar o faturamento da empresa. A expectativa é que, até 2019, esse total cresça 60%. “Criamos a Agronow para que qualquer proprietário rural tenha acesso a dados relevantes, promovendo a inclusão tecnológica, independentemente de seu poder aquisitivo ou tamanho da sua propriedade”, explica Morelli. “Colocamos o monitoramento por satélites sobre o sítio, fazenda ou região de interesse do usuário ao alcance de um clique. Queremos ajudar a cultivar o futuro e colher os benefícios da antecipação de informações essenciais ao planejamento e gestão em todos os níveis do agrobusiness”, finaliza o CEO.

Fonte: MundoGeo

Deixe seu comentário