O CEO da Agronow, Antonio Morelli

Uma pesquisa inédita realizada pelo Sebrae aponta que quase a totalidade dos produtores rurais (96%) usa telefones celulares no dia a dia e mais de 70% deles acessa a internet via smartphones.

O resultado é expressivo considerando-se que o acesso médio da população brasileira à internet por meio de aparelhos celulares é de 62% (segundo o Google Consumer Barometer).

A pesquisa “Tecnologia da Informação no Agronegócio”, divulgada dia 28 de julho, identificou que 71% dos donos de microempresas rurais e 85% dos proprietários de empresas de pequeno porte no campo usam smartphones para acessar a web.

Para o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, a pesquisa confirma a necessidade de investimentos no meio rural, de modo a aumentar o acesso dos produtores às tecnologias da informação.

“No mundo atual, onde o pequeno produtor precisa agregar valor ao seu trabalho e se diferenciar do restante do mercado, o acesso aos instrumentos digitais é algo fundamental para a conquista de novos públicos consumidores e para elevar o nível de competitividade do negócio”, comenta Afif.

Amostra

A pesquisa do Sebrae ouviu 4.467 produtores rurais, entre 29 de março e 12 de abril, nas 27 unidades da Federação. Os dados revelaram que os produtores fazem uso restrito da internet, seja para transações comerciais ou para divulgação, em grande parte por conta da dificuldade de acesso ou da má qualidade da conexão.

Do total, 6% dos produtores já fizeram alguma compra pela Internet, 4% já usaram a web para efetuar vendas e 16% dos empreendimentos rurais possuem página na internet ou perfil nas redes sociais.

Segundo a pesquisa do Sebrae, 58% dos empresários rurais que informaram não utilizar a conexão de internet móvel dizem que não o fazem, predominantemente, porque não há provedor/sinal em sua região. A dificuldade de acesso também foi a justificativa apresentada pela maioria dos produtores (64%) que não usam tecnologias digitais para a gestão do negócio.

“Garantir o acesso dos pequenos produtores rurais à internet é, não somente, assegurar um direito, mas também uma forma de atrair os jovens de volta para o campo e aumentar a renda desses empreendimentos por meio dos ganhos diretos e indiretos proporcionados pelo uso dessas tecnologias”, destaca o presidente do Sebrae.

EXPERIMENTE A PLATAFORMA AGRONOW GRÁTIS

Deixe seu comentário